30 de março – Dia Mundial da Juventude

Padrão

O Dia Mundial da Juventude foi criado pela ONU no Ano de 1985. O objetivo deste dia é justamente mobilizar os jovens a fim de instigá-los a querer crescer em conhecimento, envolvê-los na promoção de práticas de respeito, diálogo e entendimentos mútuos, para o fortalecimento de uma nova cultura de paz.

Para entendermos como anda a nossa juventude, seguem alguns dados que permitem entender e conhecer um pouquinho melhor a situação dos jovens no Brasil:

Quem e quantos nós somos?

  • Mais de 34 milhões de jovens entre 15 e 24 anos no Brasil, segundo o Censo 2000 do IBGE;
  • 50% de homens e 50% de mulheres nesta faixa etária;
  • 6,3 milhões destes jovens residem na zona rural;
  • 16,2 milhões são pretos ou pardos;
  • 145 mil são indígenas;
  • 60% dos presos do país têm entre 18 e 29 anos, segundo dados de 2007 do Ministério da Justiça.

 Como pensamos e agimos?

  • O Brasil é o 2º lugar no ranking do pessimismo do jovem quanto ao futuro, perdendo apenas para a Colômbia (Unicef);
  • No entanto, 84% dos jovens pesquisados pelo Instituto Cidadania acreditam no próprio poder de transformar o mundo;
  • 13 milhões de jovens brasileiros já participaram ou participam de alguma forma associativa (movimentos sociais, ONGs, sindicatos, partidos políticos etc), segundo estudo da UNESCO de 2004;
  • Entretanto, apenas 2% dos jovens pesquisados pelo Instituto Cidadania participam de algum trabalho social ou no bairro; 20% quer fazer; 10% pensou, mas desistiu; 68% nunca pensou em fazer;

 Os números da educação

  • 51,4 % dos jovens do Brasil não freqüentam a escola;
  • 1,2 milhões de jovens brasileiros são analfabetos;
  • Pesquisa do Instituto Cidadania revelou que para 74% dos jovens a escola é importante para entender a realidade;
  • 17 milhões de jovens não estudam;
  • Apenas 1% dos jovens universitários são pretos; 15% são pardos (Censo 2000); 0,1% são indígenas;

 Trabalho e renda

  • 88 milhões de jovens sem emprego no mundo, segundo a OIT ;
  • Nos países latino-americanos, o número absoluto de jovens sem emprego passou de 6,5 milhões em 1993 para 9,4 milhões;
  • 3,7 milhões de jovens brasileiros sem trabalho, o que representa 47% do número total de desempregados no Brasil ;

 A violência entre nós

  • 43% das crianças e adolescentes da América Latina se sentem inseguros no lugar onde vivem, segundo pesquisa “A Voz das Crianças”;
  • 102 jovens do sexo masculino assassinados a cada 100.000 habitantes no Brasil, segundo compilação de estudos do Banco Mundial;
  • 61% das escolas privadas brasileiras e 65% das públicas oferecem um ambiente inseguro, segundo estudo da Unesco;
  • Cerca de 4% dos estudantes entrevistados disseram que têm ou tiveram uma arma de fogo, e 70% desses (quase 130.000 estudantes) relataram que essas armas eram para uso nas escolas;
  • Entre janeiro de 2000 e janeiro de 2003, houve 1.547 registros de abuso sexual (aproximadamente 50% na região Sudeste do país e 25% no Nordeste);
  • 75% das vítimas eram mulheres e 18% eram homens, sendo que a maior parte das vítimas femininas tinha entre 12 e 18 anos de idade;

Afinal, de que adianta ser a oitava (ou sétima, segundo alguns) economia do mundo, com cerca de US$ 1,9,  se o sistema econômico é incapaz de absorver o contingente de jovens que ingressa no mercado de trabalho anualmente? E o mais grave, exige cada vez mais qualificação, oferecendo remuneração cada vez mais baixa, subtraindo esperança da nova geração. Sem contar que existe um grave quadro de violência nacional nos grandes centros metropolitanos na faixa de menores de 25 anos, aumentando a casa dia o extermínio de jovens que tinham um futuro pela frente, interrompido pela falta de segurança e políticas públicas  que o defendam e lhe propiciem o necessário para uma vida digna.

Pois é… Ainda há muito que ser conquistado por nós jovens!!!

A mudança… está em nossas mãos!!!

 

Uma ótima sexta-feira e final de semana à todos! Axé!!!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s