24% do lixo do estado ainda tem destinação imprópria

Padrão

 

A quase dois anos da entrada em vigor da nova lei nacional de resíduos sólidos, o Estado de São Paulo, o mais rico da federação, continua jogando cerca de 24% de seu lixo em áreas impróprias.

O dado é da Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, que diz acreditar ser muito difícil o Estado atingir a meta de zerar o despejo impróprio de resíduos até o segundo semestre de 2014, data limite dada pela legislação nacional aprovada em 2010.

A partir de agosto de 2014, ou seja, logo em seguida à Copa do Mundo, o agente público ou privado que jogar lixo em área imprópria poderá ser enquadrado na lei de crimes ambientais, que prevê multas, trabalho social e até prisão.

Um lixão impróprio contamina o solo e o lençol freático e polui a atmosfera com gases, além de ser potencialmente prejudicial à saúde de moradores vizinhos.

*Eduardo Geraque (Folha)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s