Maria dos Enfermos – Laurinda Rodrigues

Padrão

Durante o mês de novembro, publicaremos textos em homenagem às mulheres engajadas em causas sociais pela Baixada Santista. Trata-se de trechos do livro ‘Relicário de Marias’, resultado de dez pejoteiros a partir do tema do DNJ em 2011: Juventude e Protagonismo Feminino.

Laurinda da Silva Rodrigues teve sua caminhada católica iniciada na Paróquia Imaculado Coração de Maria. Começou como participante do Movimento fermento na massa (Feneme) e participando junto ao marido no Curso de Noivos (DDNOI).  À medida que os filhos cresciam, porém, a família foi se afastando da Igreja, até ela conhecer ora um peregrino, ora um anjo em sua vida: padre Arcídio Favretto,OME. Ele a convidou para que fizesse o curso de Ministra Eucarística da Sagrada Comunhão na Paróquia Pessoal da Pastoral da Saúde (Santa Cruz), o que fez com que voltasse a se tornar participante de uma comunidade.

Uma mulher dedicada que procurou fazer sempre tudo com muito amor: assumiu a coordenação dos Ministros Eucarísticos, da Pastoral da Liturgia e diocesanamente da Pastoral da Saúde. Ela também já teve a oportunidade de atuar na Pastoral da Esperança. Muito solícita, Laurinda sempre auxilia em qualquer canto da comunidade que esteja mais carente ou necessitado de sua experiência pastoral. Para isso, ela conta com o incentivo de seu marido, que atua como ministro eucarístico, tornando a felicidade de Laurinda ainda maior: tendo o apoio dentro e fora de casa.

Como Coordenadora Diocesana da Pastoral da Saúde (CODIS), criou um forte laço de amizade com o padre Arcídio e teve o prazer de acompanhá-lo em visitas por todos os municípios da Diocese. Na Pastoral ela trabalha na formação e ‘reciclagem’ dos agentes, além de incentivar os párocos a estimularem seus agentes em suas comunidades. A atuação na pastoral é uma ação em conjunto com a coordenadora diocesana hospitalar do Hospital Guilherme Álvaro. Sua área específica não é a área hospitalar, mas sim a assistência em velórios, mas tem bastante conhecimento em visitas domiciliares e hospitalares.

Laurinda explica que a Pastoral da Saúde não presta assistência apenas ao doente, mas a família. “É uma vida dedicada ao próximo, vendo em cada um deles o próprio Cristo Jesus. Nós temos a missão de levar a Eucaristia, a saúde da melhor maneira, para depois glorificar a Deus’.

Essas foram as palavras de uma grande mulher participante ativamente da sua paróquia e fazendo da sua saúde, do seu bem-estar uma ponte para que outras pessoas possam ter essa mesma oportunidade de viver da mesma forma que ela: sempre no caminho da fé.

Por Thaís Teixeira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s