Maria dos Cortiços – Samara Faustino

Padrão

Durante o mês de novembro, publicaremos textos em homenagem às mulheres engajadas em causas sociais pela Baixada Santista. Trata-se de trechos do livro ‘Relicário de Marias’, resultado de dez pejoteiros a partir do tema do DNJ em 2011: Juventude e Protagonismo Feminino.

Partilhar o lar com várias famílias até tornar possível o sonho de uma casa própria. Essa é a luta de Samara Margareth Conceição Faustino, ex-presidente e atual coordenadora geral da Associação dos Cortiços do Centro (ACC) de Santos e também coordenadora executiva da União de Movimentos de Moradia de São Paulo (UMM-SP).

Nascida em 1958, Samara morou em um cortiço paulistano com a mãe e os seis irmãos sem nunca ter tido a chance de conhecer o pai. Ainda recém-nascida, veio morar no Centro de Santos. Foi pelas ruas do bairro que conheceu adolescente seu primeiro namorado e também marido. Viúva, Samara se apega a religião budista ao cuidar de seus três filhos, e acolhe cada vez mais as crianças de suas ‘comadres’. Aliás, a líder negra de cachos avermelhados vive a sorrir e a ir de porta em porta conscientizar os moradores do Paquetá sobre seus direitos.

Nos últimos anos, Samara foi eleita a ser presidente da ACC, criada em 1966 tendo como objetivo promover a melhor qualidade de vida da população local. Na época em que foi eleita, a associação tinha um viés de política partidária. Quando eleita, Samara deu um novo olhar à Associação, pautando-se na perspectiva sócio-cultural aos moradores do cortiço. Entre os empreendimentos da ACC, ressaltam os mutirões para construir dois conjuntos habitacionais: Vanguarda 1 (113 famílias) e Vanguarda 2 (68 famílias), beneficiando 600 pessoas.

Com parcerias da Ambienta, do R3S, do Governo Federal e Estadual, a ACC realiza mutirões desde janeiro de 2009 e pretende entregar a obra a partir do primeiro semestre de 2012.  Para os mutirões, as famílias se dividem em cargas horárias respectivas ao tamanho dos apartamentos – de 8 a 16 horas semanais.

Outro projeto da ACC (parceria da Petrobras) suscitado por Samara é o projeto Raízes Corticeiras. Em um ateliê, 50 mulheres – geralmente com familiares em presídios – produzem uma linha de bijuterias coloridas de couro e chita. O sucesso de geração de renda fez com que o projeto também promovesse oficinas em outras comunidades por São Paulo.

A ACC também estará implantando a Padaria Comunitária ‘Um Só Coração’ e o Centro de Leitura do Paquetá, entre outros projetos como uma creche e um núcleo esportivo e cultural, com atividades de teatro, dança e audiovisual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s