Retrô – Romaria da PJ em Presidente Prudente

Padrão

A PJ Diocesana realizará a Assembleia (mais informações) no dia 9 de dezembro e, entrando neste clima de avaliação, planejamento e reafirmação dos nossos compromissos e ideais, o blog publicará diariamente nesta primeira quinzena de dezembro: fatos que marcaram os últimos dois anos da pastoral.

Sem dúvidas e com muito amor, que a 18ª Romaria Estadual da Juventude, em Presidente Prudente, será uma romaria para ficar na história. Não teve preço para os tantos romeiros presentes ouvirem do arcebispo da Sub Botucatu, Dom Maurício Grotto de Camargo dizer “apesar da idade avançada continuo sendo pejoteiro”.

E foi assim: às 5h os jovens das primeiras caravanas já ocupavam espaço e tomavam o café da manhã. Acolhida então, não faltou nenhuma com a banda da PJ Sul-1 e jovens da Diocese de Presidente Prudente. Sem perceber, o pátio do Seminário já estava tomado e a vizinhança acordava com a linda mística preparada “em claro” à noite toda.

Dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo de Prudente, foi quem celebrou a missa da juventude, concelebrando o arcebispo de Botucatu e padres da diocese de Prudente. Com a liturgia do dia Dom Benedito pediu aos romeiros que sejam missionários e levem a verdade a todos que desconhecem a Jesus Cristo, que esta verdade é a solução das amarguras da sociedade.

Dom Maurício, além de encantar em dizer ser pejoteiro, pois quem tem o sentido Cristão nunca perde a juventude, disse: “Romaria quer dizer que estamos caminhando, que não queremos ficar parados de braços cruzado. Queremos ser sujeitos. Esta é a lógica do pejoteiro, a do Bom Samaritano e de Jesus Cristo, que tem empatia e não pratica o individualismo. A lógica do pejoteiro é a do Reino, do amor.”

Antes de sairmos em caminhada, cantando, pulando, gritando as dores da juventude e tomando conta das ruas de Prudente junto com Maria, transformando essas dores na doçura do mel, padre Edgar de Souza Lima, assessor da PJ na Sub de Botucatu agradeceu a Dom Benedito e Dom Maurício pela prontidão em acolher o ERPJ e Romaria.

“Toda essa festa não tem meu dedo, foi a juventude quem fez. Eles são capazes, organizam, fazem e acontece. Que possamos acreditar nos jovens, são protagonistas da evangelização do mundo novo. Lugar de jovem é no grupo de jovem, na Pastoral da Juventude”, disse Edgar enchendo o coração dos pejoteiros de orgulho.

O final foi uma grande concentração no Parque do Povo, um gramado tomado por várias cirandas pela vida da juventude. E claro, lá estava ela, sempre no nosso meio, abençoando cada um e cada uma, agora mais ainda. Maria, a nossa Cidinha, irá sair em peregrinação por todas as sub-regiões até a próxima Romaria, em sua casa, em Aparecida dia 08/09/13.

Foi sempre com Maria, que começamos, terminamos e voltamos para nossas casas. E com ela, vamos celebrar os 40 anos de PJ no Estado de São Paulo. Será um ano de muita festa, pois uma história de tantos anos não pode, não deve e nunca será esquecida. E a PJ é isso, história viva na memória.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s