Em Assembleia dos Pejoteiros, reafirmamos nossa fé

Padrão

01

A Pastoral da Juventude (PJ) é um projeto de vida, um sonho, uma utopia – pois toda fé nos leva a crer que utopias serão possíveis. Nestas quatro décadas, a PJ sempre apresentou a proposta de ser uma Igreja seguidora da Palavra e dos documentos do magistério, justa, solidária e fraterna.

Em um mundo cada vez mais individualizado em suas tecnologias wi-fi, percebemos até uma parcela de católicos que dizem que a fé nada mais é do que uma conversão pessoal para alcançar suas próprias graças. E nesse cenário, a PJ reafirma de novo com novas caras o que já devia se intrínseco na sociedade: o mandamento de amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a si mesmo.

Estamos cientes que essa proposta de amadurecer na fé, sendo jovem na Igreja e sinal de Cristo na sociedade com o devido discernimento ainda pode ser controverso. E confesso que o maior dilema da pastoral – e de toda a Igreja – é reencontrar novos rostos e vozes para serem verdadeiros profetas de nossa geração. Quando reassumimos nosso compromisso em articular a Pastoral da Juventude, há três anos, não sabíamos que fossem tão intensos o desafios em dialogar com quem não entende essa ciranda.

Mas o Ano da Juventude rendeu os melhores frutos à Pastoral da Juventude. Na Assembleia dos Pejoteiros, percebemos que muitos cresceram ao longo desses anos e compartilham do mesmo sonho das outras gerações. Portanto, foi um progresso descentralizarmos nossas formações diocesanas em vários municípios em vez de depender do CEFAS. Foi um progresso desenvolvermos a Espiritualidade, a Bíblia e o CDL em nossos cursos. Foi um progresso trabalharmos juntos, discutirmos juntos, amadurecermos juntos. Em meio a tantos, como no Envio da Assembleia, ousamos crer que esta será a fase mais bonita de nossas vidas, o início de nosso compromisso em partilhar o amor de Deus a todos. É como diz o próprio Cristo: “doe, vem e segue-me”.

Em 2014, propomos a realização de quatro encontros diocesanos. Em três fins de semana, serão trabalhados eventos formativos para lideranças sobre Espiritualidade e Bíblia, Vocação e Curso de Dinâmica para Líderes (Nível 2). Em um único dia, também ocorrerá uma atividade para discutir Políticas Públicas. Nosso calendário ainda terá a Romaria Estadual e o Dia Nacional da Juventude, celebrando nossa caminhada nas comunidades. O ano será iniciado com a Missa de Dom Bosco, em janeiro, e encerrado com a Assembleia dos Pejoteiros, em dezembro. Dessa vez, em caráter eletivo.

*Lincoln Spada – Coord. Diocesano da PJ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s