Arquivo mensal: outubro 2014

Subsídio de encontro da assembléia Diocesana 2014

Padrão
Subsídio de encontro da assembléia Diocesana 2014

Este subsídio representa o início das atividades da assembléia diocesana 2014 da PJ Santos.

Este encontro deve ser realizado no grupo de jovens antes da pré-assembléia regional.
Na pré-assembléia, nós discutiremos sobre a situação dos grupos de base, da nossa região, nossos dilemas, necessidades e nossos pontos positivos para em comunhão com a região, definir quais serão os próximos passos do biênio (2015-2016).

As melodias das músicas do encontro estão disponíveis para download nos links:

http://www.4shared.com/mp3/Fa5QhiU1ba/Mantra___Onde_Reina_o_Amor.html

http://www.4shared.com/mp3/CM2hZALGce/_luz_do_Senhor.html

http://www.4shared.com/mp3/oLkwV_OVce/SONHO_IMPOSSVEL___Maria_Bethni.html

http://www.4shared.com/mp3/LQGiAJvQba/Tua_Palavra__Luz.html

O subsídio está disponível para Download no link:

livrinho pj santos assembleia

É MINHA LEI, É MINHA QUESTÃO, VIRAR ESSE MUNDO, CRAVAR ESSE CHÃO

Anúncios

PJ Santos n’A Tribuna – Planos dos presidenciáveis

Padrão

O jornal A Tribuna de Santos publicou no último dia 21 de outubro uma reportagem sobre as análises dos jovens a respeito do plano de governo dos presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) para nossa geração. Segue abaixo a matéria da repórter Egle Cisterna com o coordenador diocesano da Pastoral da Juventude, Lincoln Spada.

0

Dia Nacional da Juventude – Mídia

Padrão

Promovido pela Pastoral da Juventude, o Dia Nacional da Juventude (DNJ) realizado no último dia 19 em Santos teve repercussão ampla em vários veículos da Baixada Santista e segmentados. O evento que reuniu mais de 80 jovens de 12 comunidades diferentes teve apresentação de teatro de rua, oficinas de fotografia, capoeira e zouk, debates de políticas públicas e de militância social e, como ápice, a criação do 1º Prêmio Inspirar, dedicado a militantes por causas sociais. Toda a programação se encontra disponível em nosso blog nos posts anteriores. Vamos juntos conscientizar nossa geração a ser protagonista de sua própria história. Abaixo segue a lista de veículos que publicaram o nosso DNJ.

Diário do Litoral – 10 de outubro de 2014 – http://www.diariodolitoral.com.br/conteudo/43671-dia-da-juventude-tera-oficinas-de-artes-esportes-e-debates-em-santos

01

A Tribuna On-Line – 11 de outubro de 2014 – http://www.atribuna.com.br/cidades/dia-da-juventude-ter%C3%A1-oficinas-de-artes-esportes-e-debates-em-santos-1.408943

02

BoqNews – 12 de outubro de 2014 – http://www.boqnews.com/cidades/dia-da-juventude-tera-oficinas-de-artes-esportes-e-debates/

03

Jornal da Orla – 13 de outubro de 2014 – http://www.jornaldaorla.com.br/noticias/15770-dia-da-juventude-tera-atracoes-em-santos/

04

Jornal A Tribuna – 14 de outubro de 2014

05

PJ Nacional – 15 de outubro de 2014 – http://www.pj.org.br/blog/pj-de-santos-promove-dnj-com-oficinas-de-artes-esportes-e-debates/

15

Diário do Litoral – 15 de outubro de 2014

07

Jornal A Tribuna – 16 de outubro de 2014

06

Pastoral Carcerária – 16 de outubro de 2014 – http://carceraria.org.br/defensora-da-populacao-carceraria-e-homenageada-pela-igreja-em-santos.html

12

Juicy Santos – 17 de outubro de 2014 – http://www.juicysantos.com.br/2014/10/juventude-catolica-homenageia-advogada-pro-lgbt-em-santos/

11

Todos Contra o Tráfico de Pessoas – 17 de outubro de 2014 – http://traficodepessoas.org/site/2014/10/17/dnj-de-santos-sp-homenageia-militante-contra-trafico-de-pessoas/

13

Unisantos – 18 de outubro de 2014 – http://www.unisantos.br/portal/noticias/professora-da-unisantos-e-homenageada-no-dia-nacional-da-juventude/

14

Viver em Santos – 18 de outubro de 2014

16

Jornal A Tribuna – 19 de outubro de 2014

17

Jornal A Tribuna – 20 de outubro de 2014

10

Jornal Expresso Popular – 20 de outubro de 2014

01

Jornal Presença Diocesana – 1º de novembro de 2014

01

Dia Nacional da Juventude – Prêmio Inspirar

Padrão

Este conteúdo foi exportado de nosso antigo blog Dia Nacional da Juventude | Diocese de Santos (dnjsantos.wordpress.com)

O Dia Nacional da Juventude terá o seu auge ao meio-dia. O evento que inicia no dia 19 de outubro (domingo) às 9h e segue às 16h no Colégio Stella Maris (Av. Conselheiro Nébias, 771/Santos) terá a primeira edição do Prêmio Inspirar, a exemplo de outras homenagens já prestadas por organizações, como a ONH-U para mulheres protagonistas da região e a Revista Trip para personalidades que realizam atividades sociais.

Nesse caso, a ideia do Prêmio Inspirar é dedicar láureas a três pessoas que fizeram da sua vida e trajetória profissional – como ativista, academicista ou formador de opinião – uma verdadeira luta por causas em prol da juventude e dos excluídos. Mais que reconhecer a importância e relevância da carreira dos homenageados, o prêmio é ainda uma forma de aproximar e mostrar aos jovens pessoas que inspiram exemplo de vida. Torna-se assim um momento de reflexão para que os presentes se despertem a serem protagonistas contra o preconceito e acolhendo os mais necessitados, continuando assim a nossa jornada pela utopia, pela civilização do amor, pelo Reino de Deus.

01

Andrelina Amélia Ferreira, vulgo Andreia M.F. Nascer mulher e negra no Brasil ainda é sinônimo de desvantagens. Na pele de Andreia, ainda há as marcas adolescentes da perda dos pais, da violência sexual, do desabrigo nas ruas, da gravidez precoce, da perda do pai de seu filho e de uma detenção injusta. Ela manteve a inocência – saiu das grades e levantou voo com a ONG Anjos do Gueto na periferia de Praia Grande. Todas as violências acumuladas foram respondidas em seu generoso sorriso, ministrando palestras em presídios femininos e faculdades. Encontrou eco no rap.

Ainda é líder e fundadora da Mães dos Cárceres, entidade que auxilia as famílias de presidiários da Baixada Santista para arrecadação de mantimentos e garantia de direitos humanos. Como sabemos, a maioria das celas enjaulam pessoas marginalizadas, atinge os mais pobres. Que além da estigma do preconceito pelo crime acusado, repassa-o aos seus familiares. Por vezes, são erros registrados mais que os próprios nomes e faltam políticas públicas para reinserção social deles.

Por isso, a necessidade de lutar pela recuperação e do acompanhamento maternal às essas pessoas. Andreia é uma das vozes desta luta também é ativista e defensora pública popular, atenta às demandas dessa população na Baixada Santista. Também é louvável, mas digno de maior mobilização a participação da Igreja por meio das Pastorais do Menor e Carcerária para resgatar a fé dessas famílias em si mesmas, nesse Deus que se faz sinal amor e perdão em cada um de nós.

03

Rosangela Novaes. Boa esposa, boa mãe, boa profissional, a advogada paulistana Rosangela Novaes foge do perfil de quem acolhe tão bem a bandeira da diversidade sexual. De fato, não luta pelo reconhecimento de sua identidade, mas da identidade de milhares de pessoas que ainda estão em conflitos com seus direitos por causa da dificuldade cultural de entendermos que todos somos iguais – perante a lei e perante a Deus.

Lésbica, gay, bi, travesti ou trans. Muitos do que nasceram longe da orientação comum ainda se recusam a enfrentar os preconceitos. Quem assume sua condição, geralmente sofre com a rejeição dos pais ou amigos mais próximos, preconceito nas escolas e universidades, no mercado de trabalho, sendo vítimas de estereótipos e ofensas nas mídias e nas ruas. Sim, trata-se de homofobia. A tortura é ainda constantemente psicológica e física a quem não veio ao mundo heterossexual.

Por isso, a advogada colaborou para que Santos se tornasse um polo de reflexão sobre a homofobia apoiando o movimento LGBT e é coordenadora nacional das comissões da diversidade sexual da OAB, sendo membro da comissão santista, e também é presidente da comissão estadual da diversidade sexual e direito homoafetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Família. Com a homenagem, a Pastoral da Juventude não discute dogmas ou sacramentos, mas aponta que todos merecem ser acolhidos e respeitados dentro e fora do templo de Deus.

02

Veronica Maria Teresi. Nessa cultura cada vez mais capitalista, o consumo não torna apenas serviços em produtos, mas o próprio homem como mercadoria. Numa Baixada Santista onde os seus filhos mais exemplares é quem faz fortuna jogando bola no exterior, o sonho de gerações são alimentados no risco do êxodo ao desconhecido.

Os jovens são as principais vítimas do tráfico humano. Principalmente as mulheres, em situação de vulnerabilidade social. Nesses casos, não são mais pessoas, são escravas no trabalho e no sexo em diferentes cantos pelo mundo. Sim, Veronica ouviu o clamor dessas vítimas. Católica que cresceu militando na Pastoral da Juventude, atendeu a vocação de advogada e Mestre em Direito Internacional da Universidade Católica de Santos.

Também já foi pesquisadora da Universidade Complutense de Madri e atua diretamente com pesquisas no enfrentamento ao tráfico de pessoas. Entre suas teses acadêmicas, é autora do livro “Mulheres Brasileiras na Conexão Ibérica – Um Estudo Comparado Entre Migração Irregular e Tráfico” consultora do Ministério da Justiça sobre o tema. Embasados na Campanha da Fraternidade deste ano, homenageamos e reabrimos a sua trajetória acadêmica para que a Diocese de Santos desenvolva a nossa proposta de uma rede de prevenção com escolas e universidades.

Dia Nacional da Juventude – Oficinas

Padrão

Este conteúdo foi exportado de nosso antigo blog Dia Nacional da Juventude | Diocese de Santos (dnjsantos.wordpress.com)

O Dia Nacional da Juventude (DNJ) – Diocese de Santos será realizado gratuitamente no dia 19 de outubro, das 9 às 16 horas, no Colégio Stella Maris (Av. Conselheiro Nébias, 771/Santos). Entre as atividades simultâneas, ocorrerão oficinas sem prévia inscrição.

9 ÀS 11 HORAS – OFICINA DE CAPOEIRA COM PROJETO MESTRE MÁRCIO

01

A capoeira é uma das principais atividades artísticas com origem no Brasil. Genuinamente nacional, o esporte tem como um dos seus grandes incentivadores o Mestre Márcio, convidado a realizar um workshop gratuito de introdução à capoeira. Ele já realiza trabalhos comunitários em escolas e com ONGs para população com deficiência, sendo basicamente aulas voltadas a crianças e jovens.

9 ÀS 11 HORAS – OFICINA DE RAP COM PRETA RARA

01

Direto da periferia, o rap é o ritmo musical em maior expansão nas cidades. Convidamos a artista Preta Rara, arte-educadora, professora de Ensino Médio com militância em iniciativas sociais voltadas à causa negra e que desponta no cenário de rap da Baixada Santista com a dupla Tarja Preta para ensinar um pouco mais desta batida aos jovens.

13 ÀS 15 HORAS – OFICINA DE ZOUK COM LUAN E ADRIANA

01

O zouk é uma das novas danças de salão que mistura passos de jazz, hip hop e outros ritmos. Convidamos a ministrar o curso gratuito os professores jovens do Espaço de Dança Anderson Fernandes, há quinze anos fazendo alunos em Praia Grande. O casal Adriana Gomes e Luan Correia é o atual vencedor da Batalha Estadual Zouk Day, principal evento do gênero em São Paulo.

13 ÀS 15 HORAS – OFICINA DE FOTOGRAFIA COM RODRIGO MORALES

01

Com a pulverização do celular, notebook e da tecnologia 3G, está cada vez mais prático o uso da fotografia. A própria máquina digital e fotográfica contudo podem servir para ingressar no mercado de trabalho. A proposta da oficina é convidar o fotógrafo Rodrigo Morales, que já realiza workshops na Oficina Cultural Pagu e é colaborador da revista virtual Sanatório Geral de artes visuais. Para a oficina, o interessado deve levar a sua máquina digital.

Dia Nacional da Juventude – Debates

Padrão

Este conteúdo foi exportado de nosso antigo blog Dia Nacional da Juventude | Diocese de Santos (dnjsantos.wordpress.com)

O Dia Nacional da Juventude (DNJ) – Diocese de Santos será realizado gratuitamente no dia 19 de outubro, das 9 às 16 horas, no Colégio Stella Maris (Av. Conselheiro Nébias, 771/Santos). Entre as atividades simultâneas, ocorrerão debates sem prévia inscrição.

9 ÀS 11 HORAS – DEBATE SOBRE MILITÂNCIAS E TRÁFICO DE PESSOAS

A Organização das Nações Unidas (ONU), no Protocolo de Palermo (2003), define tráfico de pessoas como “o recrutamento, o transporte, a transferência, o alojamento ou o acolhimento de pessoas, recorrendo-se à ameaça, ao uso da força ou a outras formas de coação, ao rapto, à fraude, ao engano, ao abuso de autoridade ou à situação de vulnerabilidade ou benefícios para obter o consentimento de uma pessoa que tenha autoridade sobre outra para fins de exploração”.

Segundo a ONU, o tráfico de pessoas movimenta anualmente 32 bilhões de dólares em todo o mundo. Desse valor, 85% provêm da exploração sexual. Em 2013, o Ministério da Justiça divulgou o diagnóstico sobre o tráfico de pessoas do Brasil. A pesquisa trabalhou na tentativa de elaborar um perfil dos traficados. Constatou-se que o mais recorrente são pessoas com famílias em condições de vulnerabilidade. Segundo o levantamento, a idade média das vítimas está entre 18 e 24 anos e essas são preferencialmente escolhidas entre as pessoas de baixa escolaridade.

São três participantes no debate. Entre elas, a rapper Andreia M.F., líder e fundadora da Mães dos Cárceres, entidade que assistencia as famílias de presidiários da Baixada Santista para arrecadação de mantimentos e garantia de direitos humanos. Também é ativista e defensora pública popular, atenta às demandas da população mais vulnerável.

Por sua vez, a advogada Rosangela Novaes é coordenadora nacional das comissões da diversidade sexual da OAB, sendo membro da comissão santista, e também é presidente da comissão estadual da diversidade sexual e direito homoafetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Família. Assim, é especializada em defender os direitos de uma população que pela sua orientação sofre geralmente ainda discriminação no lar, na escola e no mercado de trabalho, tornando-se em situação de vulnerabilidade social.

Já a advogada Verônica Maria Teresi já militou na Pastoral da Juventude da Diocese de Santos, é Mestre em Direito Internacional da Universidade Católica de Santos, já foi pesquisadora da Universidade Complutense de Madri e atua diretamente com pesquisas no enfrentamento ao tráfico de pessoas. Entre suas teses acadêmicas, é autora do livro “Mulheres Brasileiras na Conexão Ibérica – Um Estudo Comparado Entre Migração Irregular e Tráfico” consultora do Ministério da Justiça sobre o tema.

02A mediadora deste debate é a educadora e advogada Rosilma Menezes Roldan, sócia-fundadora do Icacedu, instituto que ministra palestras para jovens, também é graduada em Letras, pós-graduada em Direito Penal e Público, idealizou a disciplina de Direito no Ensino Fundamental (Objetivo Santos), o Fórum de Jovens Pensadores e atua há dois anos como apresentadora do Programa Jovens Pensadores da TV Com.

13 ÀS 15 HORAS – DEBATE SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A JUVENTUDE

Os direitos à Diversidade e à Igualdade, ao Desporto e ao Lazer, à Comunicação e à Liberdade de Expressão, à Cultura, ao Território e à Mobilidade, à Segurança Pública e ao Acesso à Justiça, à Cidadania, à Participação Social e Política e à Representação Juvenil, à Profissionalização, ao Trabalho e à Renda, à Saúde, à Educação e à Sustentabilidade e ao Meio Ambiente. Todos esses direitos estão previstos no Estatuto Nacional da Juventude, promulgado ano passado. Mas você, caro jovem, realmente tem todos eles em sua mão?

Todas as prefeituras da Baixada Santista já apresentam uma comissão ou conselho municipal da juventude, muitas ainda mantém esse espaço de discussão apenas em voz consultiva enquanto não há o nosso protagonismo em ocupar essas instâncias. Ao mesmo tempo, raras criaram uma assessoria ou coordenadoria específica para trabalhar sobre os direitos específicos dos jovens. Esse debate é mais um dos passos em aproximar os participantes da conscientização política.

01A mediação será do jovem Wellington Araújo, o primeiro e atual Coordenador de Juventude de Santos e Coordenador da Câmara Temática de Juventude do Condesb (Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista – nível metropolitano). Ele também foi pioneiro ao fundar o conselho de juventude de Santos e trabalhar na assessoria municipal do segmento pela Prefeitura. A sua formação é em Administração e Políticas Públicas.

Dia Nacional da Juventude – Teatro

Padrão

Este conteúdo foi exportado de nosso antigo blog Dia Nacional da Juventude | Diocese de Santos (dnjsantos.wordpress.com)

O Dia Nacional da Juventude (DNJ) – Diocese de Santos será realizado gratuitamente no dia 19 de outubro, das 9 às 16 horas, no Colégio Stella Maris (Av. Conselheiro Nébias, 771/Santos). Entre as atividades, ocorrerá às 11 horas a apresentação gratuita do Grupo Janela de Teatro com “A Ilha Desconhecida”.

01

“A Ilha Desconhecida” é uma adaptação teatral do conto homônimo do Prêmio Nobel José Saramago. Nessa adaptação, a companhia propõe a busca ao autoconhecimento, através de uma história atemporal em que o personagem “Homem”, pede ao Rei um barco para ir em busca da Ilha Desconhecida. Após convencer o Rei, o “Homem” segue sua jornada, seguido pela “Mulher da Limpeza”, que deixa sua antiga e infeliz pra trás para navegarem busca do desconhecido.

Em uma nova proposta de montagem na qual o espetáculo se apropria do espaço, utilizando os ambientes do Colégio Stella Maris como personagens e narrativa; o público é convidado para uma viagem através dos ambientes em uma apresentação itinerante e descoberta da Ilha Desconhecida.

A peça é dirigida por Eduardo Ferreira e tem no elenco Gisele Prudência, Heitor Vallim, Lucas Onofre e Rodrigo Santana. A companhia iniciou a temporada do espetáculo neste ano na Casa do Trem Bélico e também está em cartaz todos os domingos, às 16h30, gratuitamente na Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15).