MÊS MARIANO: As Alegrias de Nossa Senhora

Padrão

mariaMês de maio é dedicado a Virgem Maria, Mãe de todos nós, que nos da colo e encoraja para seguirmos caminhando. Porque se reflete tão pouco nas alegrias da Mãe de Deus e se foca quase que somente na suas dores? Pensando nisso, resolvi postar uma história real e engraçada, dessas que não acontecem à toa. O texto é do meu amigo José R. Oliveira e foi retirado do facebook.

“Minha filha foi viajar em Lua de Mel na Itália, passando por entre outras cidades, Assis – terra do ‘Chiquinho’. De lá, trouxeram lembranças para todos como de costume e, sabendo da minha religiosidade e do meu gosto pela reza do terço, deram para a mim um Rosário. Fiquei muito feliz com o presente, porém a surpresa não parou por aí…

Olhando mais atentamente vi que tinham duas dezenas a mais. Achei que estava louco, cogitei que o Rosário tivesse sido montado errado. Era bem estranho. Indelicadamente, acabei contando a minha filha. Grande besteira. Ela e o meu genro ficaram arrasados, se culpando por não terem notado o “defeito” do Terço…

Foi então que, em uma pesquisa na internet, descobri que por obra do acaso – acaso não, PROVIDÊNCIA! – eles teriam acertado e muito. O Terço que eu ganhei não estava errado e era na verdade um Terço Franciscano muito especial, o qual ironicamente nunca tinha escutado falar: o da Coroa das Sete ALEGRIAS de Nossa Senhora. Vejam que loucura! São Francisco e a Mãezinha pregaram uma peça nesse cidadão que vos fala e deram-me um presente que é a minha cara! Na mesma hora liguei para minha filha e dei-lhe aquela tão grata notícia, que também a acalmou e a deixou muito feliz. Desde então, tenho rezado todos os dias as felicidades da Mãe do Senhor.

Histórico: Em 1442, na época de São Bernardino de Sena, divulgou-se a notícia de Nossa Senhora ter aparecido a um noviço franciscano, que desde criança tinha o costume de oferecer à Virgem Maria uma coroa de rosas. Mas quando entrou na Ordem dos Frades Menores, sentia-se muito triste por não lhe ser permitido continuara a oferecer à Virgem os ramos de flores. Chegou mesmo a pensar em desistir da Ordem seráfica. Apareceu-lhe então, a Virgem a consolá-lo e indicar-lhe outra oferta diária que seria para ela ainda mais agradável. Sugeriu-lhe que, todos os dias, rezasse sete dezenas de ave-marias intercaladas com a meditação de sete misteriosos acontecimentos da sua vida que a tinham enchido de alegria. Assim terá nascido a coroa franciscana, o rosário das sete alegrias. São Bernardino foi um dos primeiros a praticar e divulgar esta piedosa devoção.

A Coroa das Sete Alegrias de Nossa Senhora, chamada também de Coroa Seráfica ou Rosário Franciscano, compõe-se de sete mistérios, com um Pai-nosso, dez Ave-Marias e um Glória ao Pai, em honra das sete alegrias de Nossa Senhora, consubstanciadas nos seguintes principais mistérios:
1. Encarnação do Verbo divino;
2. Visitação da Mãe de Deus à sua prima santa Isabel;
3. Nascimento de Jesus;
4. Adoração prestada ao Divino Infante pelos três reis magos;
5. Encontro de Jesus no Templo;
6. Jubilosa Ressurreição do Salvador;
7. Coroação da Virgem Imaculada no céu.
Formas de rezar a Coroa Franciscana
Introdução e conclusão como na oração do Terço
I – Forma comum
1. No primeiro mistério consideramos a alegria de Nossa Senhora ao ouvir do Arcanjo São Gabriel que fora escolhida por Deus para ser Mãe do Salvador. (1 Pai-nosso, 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai)
2. No segundo mistério consideramos a alegria da Santíssima Virgem em casa de sua prima Santa Isabel, quando foi pela primeira vez saudada como Mãe de Deus.
3. No terceiro mistério consideramos o inefável gozo de Nossa Senhora no estábulo de Belém, quando seu Filho divino nasceu milagrosamente.
4. No quarto mistério consideramos a alegria de Nossa Senhora quando os três magos vieram de longe adorar o Menino Jesus e oferecer-lhe ouro, incenso e mirra
5. No quinto mistério consideramos a alegria de Nossa Senhora quando achou o Divino Menino no Templo entre os doutores.
6. No sexto mistério consideramos a alegria e o júbilo da Santa Mãe de Deus, quando, na manhã de Páscoa, viu seu Filho divino ressuscitado e glorioso.
7. No sétimo mistério consideramos a maior de todas as alegrias de Nossa Senhora, quando morreu santamente e foi levada aos céus, com corpo e alma, acima dos coros angélicos, à direita de seu Filho divino, que a coroou Rainha dos anjos e dos santos.
II – Forma especial
Após cada Ave-Maria, acrescenta-se, depois das palavras: “…e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus:
1. … que com grande alegria concebestes do Espírito Santo. (E segue:) Santa Maria…
2. … que com grande alegria levastes em visita à Isabel.
3. … que com grande alegria destes à luz em Belém.
4. … que com grande alegria apresentastes à adoração dos Magos.
5. … que com grande alegria encontrastes no Templo.
6. … que com grande alegria vistes ressuscitado e glorioso.
7. … que vos elevou aos céus, ó Virgem Maria.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s