#MJHISTÓRICO: 2012, uma experiência vivida à flor da pele.

Padrão
Visita a aldeia indígena, em Praia Grande.

Visita a aldeia indígena, em Praia Grande.

“(…)Ah, vou nos passos de um menino,
No meu coração latino
A esperança tem lugar.
Ah, quando bate a saudade,
Abre as asas liberdade
Que não paro de cantar.”

Em razão da IV Missão Jovem, que será realizada de 04 à 12 de julho na Reitoria Bom Jesus dos Navegantes – México 70, São Vicente –, nosso blog segue com a série que conta a história das missões realizadas em nossa Diocese pela Pastoral da Juventude. As reuniões, as realizações, os concursos, enfim, tudo que cercou os momentos de construção do Reino protagonizados pelos nossos jovens. Dessa vez contaremos sobre a Missão Jovem de 2012, ocorrida na área continental de São Vicente. Venha conosco viajar pelo tempo para REVER e CELEBRAR!

Por: Gines Salas

“Não é o muito saber que sacia e satisfaz a alma, mas o sentir e saborear as coisas internamente”. O refrão de Santo Inácio de Loyola poderia definir bem a experiência missionária da edição de 2012, a segunda da história na Diocese, realizada na Paróquia São José de Anchieta – Humaitá, São Vicente.

Certa vez o Lincoln me falou que missões populares era loucura. Concluo hoje que ele tinha razão, e muita. Diferentemente da MJ2004, ela não esteve tão marcada pela organização. Variadas circunstâncias e a lacuna de oito anos de diferença de um evento para o outro, fizeram desta edição algo novo, organizado por quem nunca havia articulado uma atividade com tamanha proporção e esperando jovens que em sua maioria não dispunham de uma semana inteira livre em julho. Mas o acaso e toda a mística que naturalmente cerca uma atividade religiosa fizeram dela inesquecível. Parece clichê, demagogia, conversa fiada ou desculpa para tapar certa irresponsabilidade de quem estava na coordenação – eu incluso –, mas aquela máxima que fala que o Espírito sopra nas atividades organizadas nas vésperas parece bem real. Tendo poucos inscritos de outras cidades e mais paroquial do que nunca, a MJ2012 inaugurou seus trabalhos com alguns meses apenas de organização em treze de julho, numa sexta-feira fria, seguida de um fim de semana formativo que só terminaria na celebração de envio do domingo, com a entrega das cruzes missionárias. Daquela MJ em que o tema adotado era o da amizade, as maiores surpresas foram o convívio com os seminaristas salesianos convidados pelo Padre Luiz Aparecido Tegami, SDB: Renato Tarcísio, Claudio Motta (ambos já ordenados) e Eraclides Pimenta, que mostraram para aqueles quarenta jovens a “leveza” e o carisma da Ordem fundada por Dom Bosco. Ficam vivas na memória a chuva dos primeiros dias de visitações, o sorriso das crianças no dia de lazer, as noites festivas na casa das famílias que acolheram os missionários e a música do poeta pejoteiro Jorge Trevisol, cantada ao final da Missa de encerramento por toda uma assembleia emocionada, em um momento que não precisava terminar. Teve também seu gosto de despedida: um dos últimos eventos das coordenadoras diocesanas Amanda Miranda e Samira após anos de PJ Santos. O oitavo dia contou ainda com a visita dos missionários a uma comunidade guarani, os Tekuá-Mirim de Praia Grande, instalados a poucos quilômetros do bairro.

Thiago Ouriques, seminarista diocesano e amigo pessoal que participou da Missão definiu os dias que arrancaram nosso suor e gastaram nossas sandálias:

“Curioso como os Evangelhos dão um salto na cronologia de Jesus. Como se relata seu nascimento, sua passagem pelo Templo nas festividades pascais com a família, e daí parte para a missão na vida adulta. Há quem chame a fase da adolescência de Jesus de “vida oculta”; outros deduzem que ele teve uma vida comum, como qualquer outro jovem de sua época. Eu tenho uma “impressão” sobre essa lacuna histórica, que admito não ser nada teológica, mas bastante existencial. 

De alguma forma, a juventude de Jesus não tem um relato fixo porque ela está acontecendo. Acho interessante essa mística: às crianças, Jesus dá exemplo de obediência e firmeza; aos adultos, Jesus dá exemplo de despojamento e fidelidade ao projeto. Mas aos jovens… Que exemplo ele dá? A juventude de Jesus acontece aqui e agora, acontece na vida de cada jovem. As Escrituras se ampliam, a ponto de terem parte de suas páginas escritas pelas vidas dos nossos jovens. É a Palavra de Deus que não se aprisiona nos caracteres de um livro, mas que se imprime nos corações e se registra na história – de modo particular, na história dos jovens.

Logo, Jesus adolescente, Jesus jovem caminha por aí. São os filhos de muitos Josés e muitas Marias de vários nomes, nas escolas e nos empregos, nas casas e nas rodas de amigos, nas paróquias e nas missões fora dos muros da igreja. E com isso, aquela descontinuidade que existe no Evangelho se completa. A adolescência e a juventude de Jesus estão acontecendo agora, na adolescência e na juventude de cada um de nossos irmãos e irmãs. 

Assim, orgulhe-se jovem! Você está fazendo história. E não qualquer história, mas a História da Salvação. Você completa o que nos falta conhecer da vida de Jesus Cristo. Pois Ele vive em você, com você e através de você. 

Louvado seja o Senhor, por nos dar a graça de observar nos rostos, sorrisos, gestos, amizades de nossos jovens, aquilo que as palavras bíblicas não nos mostram: a “vida oculta” de Seu Filho, revelada diante dos olhos de quem queira ver.”

Herança:

Guilherme Reis, atual coordenador do GESAC – grupo de base da Paróquia São José de Anchieta – atribui a MJ2012 o aumento no número de jovens. As visitas assistenciais à aldeia Tekuá-Mirim se seguiram por algum tempo, assim como o dia de lazer com as crianças. Em maio/2013 foi realizada uma nova Missão Jovem na comunidade, com um número ainda maior de missionários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s